Estamos ainda trancados no paiol de pólvora

O companheiro jornalista João Santiago, editor do site Música Brasileira Viva, inaugura no Blog da RS RJ a sessão Música, manifestação cultural das mais importantes da cultura brasileira, com nomes que sempre foram resistentes aos regimes autoritários.

*Por João Santiago:

Em 1973, Vinicius de Moraes e Toquinho lançavam a canção Paiol de Pólvora, uma clara crítica à Ditadura Militar. A música também integrava a trilha sonora da novela “O Bem-Amado”, que contava a história de Odorico Paraguaçu, um político demagogo e corrupto que ludibriava do povo na fictícia Sucupira, localizada no litoral baiano.

Não são poucas as semelhanças entre o atual mandatário do Brasil e Odorico. Mais ainda: o clima conturbado que o presidente propõe ao Brasil se aproxima muito da mensagem contida na letra de Toquinho e Vinicius.

Há de se ter cautela no “paiol de pólvora” para evitarmos problemas ainda maiores. O primeiro passo, sem dúvida alguma, é #ForaBolsonaro. A partir daí e, com Lula, teremos um amanhã melhor, de esperança e igualdade de oportunidade para todos. Que o momento em que vivemos hoje seja, no futuro próximo, apenas uma página infeliz da nossa História (e que não se repita!).

A democracia agradece.

*João Santiago é jornalista do GT RS RJ. (Foto: Divulgação/Reprodução)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s