Perseguições e ataques da Imprensa a Lula

Opinião da Resistência Socialista do Rio de Janeiro:

A chamada grande imprensa brasileira se apequena, mostra suas garras, age como um Big Brother tal qual nos apresenta seu criador, o escritor George Orwell em seu famoso livro “1984“, quando todos são vigiados 24 horas por dia.

Lula sabe bem o que é isso. A chamada grande imprensa, com seus arautos da verdade, o vigia dia após dia, atenta como hiena que encurrala a presa fácil. O que Lula pensa, diz, ouve, gestos são observados atentamente. Basta alguma possibilidade semântica, e o ataque surge num venenoso bote mortal.

Enquanto Jair Bolsonaro fala e pratica os maiores absurdos da terra, e nada acontece, Lula é atacado de maneira vil, por simples declarações que são distorcidas, redirecionadas, fraudadas. Por que isso? Apenas um objetivo: impedir que Lula vença as próximas eleições.

A chamada grande imprensa se apequena e, ao que tudo indica, já vislumbra em Sérgio Moro uma alternativa que lhe interessa, satisfaz. Faça um exercício, caro leitor, caso seja possível, ao comparar como essa imprensa tradicional trata Lula e os demais candidatos.

Novo bote de serpente foi dado contra Lula. A chamada grande imprensa quer dar contornos irreais a Lula de que é alguém favorável a supostos regimes autoritários. Acusar Lula de pactuar com o autoritatismo é o mesmo que conferir a Bolsonaro o prêmio Nobel da Paz. Não faz sentido, é inverdade, absurdo.

A chamada grande imprensa vai sempre manipular o que ocorre na Nicarágua, (nesse recente episódio distorcido sobre Daniel Ortega, por exemplo), Cuba, Venezuela para atacar Lula. Sempre. Já Bolsonaro quando vai ao Bahrein, veja caro leitor, encontramos um tratamento bem diferente como comprovam algumas manchetes aqui expostas.

Como esta chamada na Veja, por exemplo: No Oriente Médio, Bolsonaro fecha acordo sobre liberdade religiosa. (link: https://veja.abril.com.br/blog/radar/no-oriente-medio-bolsonaro-fecha-acordo-sobre-liberdade-religiosa/). Chega a ser inacreditável. Mas está lá, basta acessar o link acima.

No G1, outro exemplo, nele chegamos a encontrar a óbvia chamada, que até fere os ensinamentos do bom jornalismo. A chamada parece até sido escrita por um órgão oficial de comunicação: Bolsonaro se encontra com rei do Bahrein durante viagem ao país. (link: https://g1.globo.com/politica/noticia/2021/11/16/bolsonaro-se-encontra-com-rei-do-bahrein.ghtml)

Caro leitor, você sabe quem é o rei do Bahrein?

O Bahrein, como todo o respeito, porque todos os países e seus povos merecem nosso respeito, é um país que está localizado na região do Golfo Pérsico, com uma área equivalente à metade da cidade de São Paulo. Possui de população cerca de 1,5 milhão de habitantes, onde a liberdade a este povo é bem cara.

Agora, caro leitor, faça um exercício de imaginação. Imagine que Lula tivesse visitado o Bahrein. Imaginou? Tenha a certeza de que Lula seria criticado com ferocidade, diriam que ele apóia o regime político do Bahrein; que desperdiçou dinheiro público nessa viagem, etc.

É notória a perseguição que Lula sofre por parte da chamada grande imprensa, que se apequena diante de tantas mentiras, forjadas no seus interesses comerciais.

Todos nós, militantes precisamos estar atentos a esse jogo de cartas marcadas. Até às eleições de outubro de 2022, Lula sofrerá ataques terríveis, será bombardeado com perguntas maliciosas que visam produzir mais fake news, distorções que irão tentar comprometer sua imagem.

Recentemente tivemos um momento raro na imprensa. O jornal El Pais publicou um editorial cujo título é:
Lula, o social-democrata latino-americano: Sua candidatura à presidência do Brasil é a alternativa para acabar com o populismo de extrema direita de Bolsonaro

(Link: https://brasil.elpais.com/opiniao/2021-11-22/lula-o-social-democrata-latino-americano.html)

Este editorial é um dos raríssimos momentos em que Lula é reconhecido de verdade. No entanto, a chamada grande imprensa insiste em difamá-lo, distorcer suas palavras, fazer encenação. A chamada grande imprensa se apequena ao não querer aceitar o que o povo já sabe: Lula é a única alternativa para que o Brasil volte a trilhar o caminho da liberdade e da justiça social.

A chamada grande imprensa não engole. Parece que tem muito a perder com isso. Apequena-se. Não tem olhos para o futuro.

(foto de Ricardo Stuckert)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s