Lula na UERJ, a democracia e a justiça social em pessoa, veja o Vídeo

Por Francis Ivanovich:

Um olhar atento pode revelar a você o milagre da História. A mesma História narrada em livros, contada por nossos pais e avós, gravadas numa fotografia ou num vídeo. Um desses momentos raros, único, que nunca mais vai se repetir diante dos nossos olhos, inesquecível, aconteceu no dia 30 de março de 2022, quando Lula ocupou o palco da concha acústica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, e proferiu um discurso que vaticina sua vitória sobre o movimento fascista medíocre, repugnante e que se inspira na terrível data do golpe militar de 31 de março de 1964.

Nesse dia histórico para o Rio de Janeiro, os que lá compareceram, puderam testemunhar a força da democracia e a justiça social personificado num homem que aos 76 anos demonstra um vigor de causar inveja. Lula é inegavelmente o mais importante e autêntico líder das Américas e talvez do mundo.

Como foi lindo ver a juventude presente em todo o Campus. Lula em seu discurso mostra o caminho que o Brasil deve seguir para recuperar sua dignidade, autoestima, a qualidade de vida que seu povo merece, e a democracia.

O desafio e responsabilidades de Lula se expandem além fronteiras, pois a História o escolheu para possibilitar que a América Latina possa de fato se unir e criar as condições de independência para um bilhão de habitantes que neste continente sobrevivem.

A vitória de Lula não é apenas um desejo e esperança de um Brasil aniquilado pelo atual desgoverno corrupto, ela representa uma porta de saída ou entrada para os demais países da região que precisam, de fato, constrtuir uma aliança estratégica, econômica e cultural, inédita.

Lula é o líder natural desse processo, o qual o Grupo de Puebla vem trabalhando e no Encontro Internacional Democracia e Igualdade foi muito bem debatido.

O atual panorama internacional pode acelerar essa aliança estratégica que dê um basta a exploração capitaneada pelos EUA, país que só enxerga a América Latina como seu quintal de interesses.

Lula manda um claro recado aos que odeiam a democracia e a igualdade, e são capatazes de um sistema perverso de exploração dos trabalhadores e trabalhadoras, eles não vencerão! Os direitos fundamentais serão preservados e a bandeira brasileira é do povo brasileiro.

Dia 31 de março de 64 com seu filhote 18-22 nunca mais!

Assista os 10 minutos finais do histórico discurso de Lula na UERJ:

Francis Ivanovich é jornalista, autor e cineasta. (imagens do vídeo de Francis Ivanovich e foto de Ierê Ferreira)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s