Organizar os Comitês Populares de Lutas, tarefa necessária e urgente

Por Dema:

A Direção  Nacional  do Partido dos Trabalhadores através  das Secretarias de Formação, Organização e Movimento  Popular vêm trabalhando de forma contínua na organização e construção  dos Comitês Populares de Lutas – CPLs. Esses comitês têm a missão muito  importante nesta atual conjuntura adversa, pela qual passamos no Brasil.


Retomar o diálogo com os territórios periféricos, incrementar as lutas populares,  estabelecer relações  solidárias, entender as necessidades, demandas de cada território, somar-se às lutas,  são  tarefas centrais da militância que neste momento  trabalha com afinco para colocar, como sempre, para cumprir as orientações e tarefas delegas.


Os Comitês Populares de Lutas não são  instâncias  do partido, não  são  espaços de disputa interna, mas sim, um lugar para estabelecer um diálogo direto com os territórios, de maneira solidária.


Podemos criar um Comitê com o pessoal da nossa rua, que joga Biriba nas sextas- feiras na praça, após o expediente?
 

Sim, podemos, pois os Comitês existem para abrigar ampla rede de capilaridade que atinja de forma direta os mais amplos setores populares. Portanto, toda forma de lutar vale à pena.


O desafio é construir  cinco mil (5.000) CPLs nos próximos meses, sendo assim, é hora de arregaçar as mangas e trabalharmos para ultrapassar, já neste primeiro momento, está meta possível.

Para derrotar a direita, precisdamos organizar as bases populares, isso é preciso e urgente!

*Dema é Secretário de Organição do PT capital do Rio de Janeiro.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s