A Fábula da Demolição

Por Francis Ivanovich:

Era uma vez uma casa muito grande, muito rica, muito bela, verde e amarela. A casa era tão gigante, que nela moravam milhões de pessoas e que chegavam a todo o instante. Apesar dos moradores serem todos irmãos, essa gente não se entendia.

Um dia, apareceu novo morador, não tão novo assim, ele que sempre ficava pelos cantos, quietinho, como quem não quer nada, até que chegou o momento de mostrar sua real empreitada. Ganhou o direito de assumir o comando da morada.

Não demorou para que ele decorasse a casa com muita intriga, não tinha hora para ocorrer uma nova briga. O novo chefe da casa queria expulsar os moradores de quem ele não gostava, de quem não era bem vindo.

Mas a casa resistia, muita gente não aceitava seu jeito de cuidar da moradia, e acreditavam que tudo ia melhorar, e a casa jamais iria cair. As fundações da casa pareciam muito resistentes, eles diziam: pode vir temporal, maremoto ou terremoto, a casa não cai.

Passado um bom tempo, a casa cada vez mais pobre e triste, teve a chance de escolher um novo chefe, o que deixou o atual chefe muito brabo. Começou a espalhar que escolher novo chefe era enganação. Todos os dias ele criticava a tal eleição. A casa passou a ter dias bem agitados, moradores divididos, muita confusão.

Alguns tentavam apaziguar os ânimos, chamando-o à razão, outros o incentivavam e aumentavam a tensão. A casa começou a balançar, mas muitos acreditavam que ela jamais iria cair, diziam os que tinham bom coração que os alicerces da casa seguravam a trepidação.

Chegou o dia da tal votação, e quando todos se preparavam para o sagrado momento, o chefe nervoso, num só tempo, subiu na mesa e gritou para todos ouvirem:

– Olhem para o quintal, vejam quem está chegando!

Eram máquinas de demolição derrubando a cerca, esmagando as flores do nosso jardim…

Foi aí que acordei do terrível pesadelo que parecia não ter fim. Um copo de água, fui logo beber, e angustiado, sentindo a nossa casa tremer. 

Francis Ivanovich é jornalista, autor e cineasta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s