Lula no JN

Por Francis Ivanovich:

Após assistir os dois candidatos à presidência – o primeiro fora da realidade, um autêntico mitômano; e o segundo a viver num mundo político imaginário e de delírios – o que podemos esperar de Lula no JN, na próxima quinta-feira, 25 de agosto?

Certamente poderemos constatar que diante do Sr. Bonner e da Sra. Renata e, sobretudo, de milhões de brasileiros, estará o candidadto mais preparado para este desafio, e um dos mais importantes líderes mundiais, desde o século 20.

Na cadeira do JN estará alguém que dispensa apresentações, cujo currículo é vastíssimo, e a história reservou lugar de honra.

Não há outro candidato capaz de enfrentar os atuais problemas brasileiros, senão Lula, isto é tão óbvio que chega a ser redundante ficar repetindo tal constatação.

Poderão os apresentadores do JN tocar em feridas, mas jamais poderão negar que o Brasil de Lula era bem diferente do Brasil deste atual desgoverno com vestimentas autoritárias.

Há 20 anos, Lula foi ao JN, Bonner tinha cara de garoto, uma das primeiras perguntas feitas por ele a Lula, foi sobre a falta de experiência em cargos no executivo. Lula, como sempre, tranquilamente respondeu o questionamento e o tempo provou ao que veio.

Não tenho dúvidas de que William Bonner, escorpiano como eu, ele faz aniversário no mesmo dia que eu, 16 de novembro, sabe muito bem quem estará sentado à mesa do JN, na próxima quinta-feira, e que Lula não é um homem e político qualquer. E não duvido que Lula possa ser até o candidato do jornalista.

Lula não precisa provar nada mais. Lula é um fenômeno da vida e da política, um homem que veio do povo, conheceu a miséria e chegou onde sabemos que chegou. O destino reservou a Lula grandes reponsabilidades. Lula tem consciência sobre isso, aos 76 anos.

Ao mesmo tempo, jamais podemos esquecer de que Lula é um homem como outro qualquer, humano, não é um mito, é uma pessoa com defeitos, como eu, você, mas é, sem dúvida, pessoa muito especial, um político incomum, autêntico líder formado no convívio e na dor do povo brasileiro.

Quem tem medo de Lula são os que exploram o povo para manter suas benesses e riquezas, alimentando a desigualdade.

Lula no JN será noite histórica, e em vez do povo bater panelas, como aconteceu na ultima segunda-feira, irá bater palmas, pois a esperança está de volta.

Lula estará de novo JuNto ao povo.

*Francis Ivanovich é jornalista e cineasta. (foto de Ricardo Stuckert)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s