Ciro: Falta-lhe grandeza

Por Dema:
Ultimamente Ciro Gomes tem me lembrado um outro personagem do campo centro-esquerda, que também lhe faltava grandeza: Roberto Freire sofria assim com Ciro da síndrome do por quê o Lula é o cara e não eu?

Ciro tem levado o histórico PDT a um vexame que não deveria caber à uma legenda com uma história tão significativa no cenário politico nacional.

Se vivo estivesse, Brizola já teria dado um basta nesse projeto de si mesmo que Ciro encarna.

Abandonado por todos tem lhe restado a poupudas cifras o seu marqueteiro João Santana que pelo visto tem sido tambem o seu orientador. A história não irá poupar o Coronel do Ceará, alias, nem seus irmãos o estão poupando, pelo contrário, já largaram o barco há tempos.

Ciro mais parece o garoto mimando da falecida Arena, partido da ditadura por onde disputou a sua primeira eleição. Cearense de Pindamohangaba (São Paulo), Ciro é hoje mais um daqueles personagens folclóricos da politica nacional que caminha a passos largos para substituir Eymael, Eneas ou até mesmo Zé Serra, todos abatidos por Lula em eleições de caráter nacional.se

Assim como Roberto Freire, Ciro não se conforma pelo fato de um operário, um torneiro mecânico, um sindicalista, criador de um partido, tenha sido eleito por duas vezes e caminhe para um terceiro mandato.

Em1989, na passagem para o segundo turno, assisti a uma cena memorável nas escadarias da Câmara de Vereadores do Rio, cercado por brizolistas exaltados por estarem fora do segundo turno; o então deputado César Maia dizia: “Não adianta chorar o leite derramado, o que temos é que nos unirmos e apoiarmos o Lula, o inimigo é outro”. Aplaudido por uns, vaido por outros, César seguia firme e dizia, “o inimigo é outro!”.

Leonel de Moura Brizola, com seu gigantismos político, de sua história e de seus feitos não titubeou, reuniu a sua tropa e disse: “É nossa obrigação nessa hora apoiarmos o “sapo barbudo”! E seguiu organizando na Candelária um dos maiores comícios do qual tive a oportunidade de participar. Na eleição seguinte, Brizola não titubeou e aceitou ser vice na chapa de Lula, algo até então impossível.

Ciro sairá desta eleição com a pecha de servir de degrau para Bolsonaro, pequeno que é, isolado que está, e levará o PDT a um derrota catastrófica.

Ciro o melhor que você poderia fazer pelo Brasil nesse momento e votar em Lula, será um voto bastante útil. Quem sabe isso possa lhe dar a grandeza que neste momento lhe falta.

Dema é Secretário de Organização PT/Carioca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s